terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Mais Notícias do ES.


Doze bebês com menos de dois meses de idade foram para a UTI depois de serem submetidos a teste do olhinho.
Os bebês apresentarem reação ao colírio usado no exame, apresentando corpo mole, falta de ar e queda da frequência cardíaca. A causa da reação ainda não foi identificada.

A retinóloga do Departamento de Retina Pediátrica do Hospital das Clínicas, Daniele Boni Sessino, informou que 20 crianças passaram pelo exame, mas apenas 12 apresentaram reação e precisaram de ajuda para respirar.
Segundo ela, diariamente cerca de 50 crianças fazem o exame e que em nove anos é a primeira vez que isso acontece no hospital. A suspeita é que o lote do medicamento esteja com a dosagem esteja maior que o normal. O medicamento é a base de uma substância chamada tropicamida.
Ela informou ainda que não existe antídoto para medicamento e que é preciso aguardar que o organismo absorva a droga. Enquanto isso, os bebês precisam ser monitorados. segundo ela não existe risco de problemas na visão e que o exame é seguro e eficaz, além de obrigatório.

Leia a matéria na integra clicando aqui.

2 comentários:

Jáááárdel disse...

é cuidado que eles tem com as crianças...

Adriano disse...

deveriam ter mais atenção!
ainda mais se tratando de medicamentos e o mais importantes, a VIDA!